Notícias

Confira as últimas notícias

28 ago
COMO COMPLEMENTAR CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS?

A reforma da previdência e a pandemia trouxeram novas formas de contribuição ao INSS, principalmente contribuições complementares. A Receita Federal, ...

12 maio
A CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA MÍNIMA

“O salário mínimo deveria se chamar gorjeta máxima” (autor desconhecido)   A reforma da previdência trouxe uma discussão a respeito ...

20 abr
APONTAMENTO LEIGO SOBRE DECADÊNCIA E PRESCRIÇÃO

Como todos sabem, sou contador. Como meus alunos sabem, sou um indignado em tempo integral. Ver recursos públicos sendo mal ...

 

AGENDA

novembro 2020

seg ter qua qui sex sáb dom
1
2
3
  • (Unidavi) Cálculos Previdenciários e Revisões
4
  • (UNOPAR) Contribuições Sociais e Previdenciárias
  • Live Resgate Premium
5
  • (Unidavi) Cálculos Previdenciários e Revisões
6
7
8
9
  • (ABDConst) aula de cálculos na pós
10
  • (ABDConst) aula de cálculos na pós
11
  • (UNOPAR) Contribuições Sociais e Previdenciárias
12
  • (Unidavi) Cálculos Previdenciários e Revisões
13
14
15
16
  • (UNOPAR) Contribuições Sociais e Previdenciárias
17
  • (Unidavi) Cálculos Previdenciários e Revisões
18
  • Sincolon - reunião
  • Live com Simone Lima - Contribuição mínima
  • Live com Ney Araujo
19
  • Fatura Digio
  • (Unidavi) Cálculos Previdenciários e Revisões
20
  • (Ematra CWB) Cálculos Previdenciários
21
  • (Ematra CWB) Cálculos Previdenciários
  • Em pé na rede
22
23
24
25
  • (Live) com Adriana Góes - cálculo do PCD
26
27
28
29
30

MEUS NÚMEROS

Até 30.12.2019

Processos Analisados

1290

Perícias Realizadas

577

Horas-Aula em pós-graduação

1326

Cursos e palestras ministrados

375

INFORMAÇÃO PARA PROFESSORES E ESTUDANTES, INFORMAÇÕES SOBRE EVENTOS E EDUCAÇÃO NOTÍCIAS

Entre em contato
CONTATO

DEPOIMENTOS

Questões Frequentes

R: Não pode. Pedir este exame é prática discriminatória e crime. (Base Legal: Lei 9.029/95).

R: Se faz menos de cinco anos que está atrasado, pode pagar direto. Se faz mais de cinco anos, você deverá procurar o INSS, levando as provas de que realmente trabalhou naquele período, e então o próprio INSS vai calcular quanto você deverá pagar.

R: Se não houver qualquer Proibição legal ou contratual, a empresa pode chamar seu empregado para trabalhar no feriado. Em contrapartida, ela terá duas opções: a) dará outro dia de folga; ou b) pagará o salário do trabalho no feriado em dobro. (Base legal: Lei 605/49)

R: Não perde. Quem perde é funcionário público e militar. Agora, se o novo cônjuge também morrer, você terá que escolher a pensão de um dos dois (não vai poder acumular duas pensões).

R: Não. A Lei fala em aviso "concedido", logo só se aplica ao aviso concedido pela empresa, pois o empregado não "concede" aviso prévio. (Base legal: Lei 12.506/11)